Fernando de Noronha é um arquipélago brasileiro, pertencente ao estado de Pernambuco. É formado por 21 ilhas, ocupando uma área total de 26 km², dos quais 17 km² são da ilha principal, que é a ilha aberta a turistas. Está localizada a nordeste do Brasil continental, distando 545 km de Recife e 360 km de Natal.

Conhecida pelo mar azul, o céu dourado no pôr do sol e o colorido dos corais e dos peixes, Noronha conta com praias eleitas as mais bonitas do Brasil. Além das praias, a ilha tem as melhores condições para prática de mergulho autônomo do país, com visibilidade horizontal de até 50 metros. É também palco de provas de surf, com ondas que chegam a 5 metros, nos meses de janeiro e fevereiro.

Famoso Pôr do Sol,  visto do Forte de São Pedro do Boldró

Para aproveitar o destino, você deve aderir a um clima mais despojado. Em quase todas as praias, não há estrutura de barracas e banheiros e para chegar a alguns atrativos é necessária uma caminhada por trilhas.

Para ingressar na ilha deve-se pagar a taxa de preservação ambiental (TPA). É uma taxa paga por dia e por pessoa. O valor pode ser pré-pago através do site http://www.noronha.pe.gov.br/turPreservacao.php ou localmente. Outra taxa mandatória é o ingresso ao parque nacional, que pode ser paga localmente.

Informações uteis:

•          Fuso horário: + 01 hora, baseando-se no horário de Brasília, exceto durante o horário de verão.

•          Como se locomover: Os passeios pré-reservados, geralmente contam com transporte. Para se deslocar por conta, pode-se locar um buggy.

•          Como chegar:

  1. Avião – Existem opções de voos saindo de Recife (01h20 de viagem) e Natal (55 minutos);
  2. Navio – É possível conhecer a ilha através de embarcações particulares ou cruzeiros que tenham parada na ilha.

Atrativos:

  • Praia do Atalaia

A região do Atalaia faz parte do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, uma área de proteção ambiental, que possui regras para visitação. O acesso só é permitido com o acompanhamento de um guia credenciado e é controlado pelo Instituto Chico Mendes. Feito o controle, você deve escolher como quer chegar à praia (trilha curta, cerca de 30 minutos de caminhada ou trilha longa, cerca de 04 horas). O passeio pode ser reservado em horários específicos, que é quando a maré está baixa e forma-se uma piscina natural na praia. O tempo de snorkling é contado e não é permitido o uso de filtro solar. Como a piscina é rasa, deve-se flutuar o tempo inteiro, evitando-se tocar o fundo ou os animais, por isso não se pode ficar em pé. É um berçário natural, repleta de filhotes de espécies marinhas.

  • Praia do Sancho

Rodeada por falésias e água cristalina, já foi eleita a praia mais bonita do Brasil diversas vezes. O acesso é feito por uma fenda, em uma rocha, que deve ser descida com cuidado. Antes da decida, não deixe de dar uma parada no mirante e contemple a vista da praia.

  • Praia da Baía dos Porcos

Pequena praia, famosa pelo Morro Dois Irmãos, tem piscinas naturais que se formam na maré baixa.  

  • Praia do Leão

É a principal praia de desova de tartarugas da ilha, por isso tome muito cuidado ao pôr os pés na areia. Para quem prefere uma praia isolada, pode ser a escolha ideal. 

  • Mergulho autônomo

Rica fauna marinha, águas mornas e ótima visibilidade fazem de Noronha um dos melhores pontos de mergulho do mundo. Mesmo para quem nunca mergulhou, a modalidade batismo é uma ótima oportunidade para vivenciar esta experiência.

Quer conhecer esse paraíso? Fale com nosso time de especialistas por Whatsapp, deixando sua mensagem aqui ou pelo e-mail falecom@vmzviagens.com.br